Aplicação de resina em tubulação de gás


“No condomínio de Joana os canos que transportam gás pelo edifício começaram a ter vazamentos constantes, ela contratou uma empresa especializada em tubulações e eles indicaram para ela a aplicação de resina em tubulação de gás para aumentar a sua durabilidade. O problema é que ela não sabe nada sobre esse serviço e está em dúvida se deve ou não aplicar essa resina em sua tubulação.”

Essa incerteza de Joana é muito comum em síndicos que nunca ouviram falar sobre a aplicação de resina nas tubulações, pois muitos acham que os canos ficariam entupidos com a resina ou haveria vazamento do líquido junto com o gás em suas cozinhas—mas nada disso acontece, rs.

E pensando nisso, hoje traremos um texto para tirar todas as suas dúvidas a respeito desse assunto.

O que é esse método?

A utilização de resina é uma técnica com o objetivo de eliminar vazamentos e recuperar tubos de gás de forma rápida e com baixo custo, por meio da aplicação de uma resina seladora por toda área interna das tubulações, sendo possível tapar pequenos vazamentos e restaurar as instalações sem a necessidade de quebrar paredes ou percorrer todo o encanamento atrás das regiões danificadas.

Além disso, é um serviço limpo, econômico, e seguro, e, por isso, o cliente pode voltar a utilizar o gás normalmente em até 24 horas após o procedimento.

Como funciona?

Quando ocorrem problemas como vazamento nos canos de gás, a aplicação de resina nas tubulações se faz necessária. Após isso, uma empresa especialização em encanamentos de gás é chamada e são realizados teste, como o de estanqueidade, para comprovar que as tubulações precisam de restauração. Caso o resultado seja positivo, é iniciado o processo para aplicação da resina nos canos de gás do edifício.

Esse método é uma ótima opção para grandes condomínios e prédios com uma instalação de gás de grande porte, pois evita a substituição de toda a tubulação de gás, um procedimento caro e demorado.

Para aplicar a resina serão seguidos os seguintes passos:

1 – É feita uma limpeza com ar comprimido.

2 – Injeção do produto sob pressão, devendo manter essa pressão por certo tempo para que o produto penetre nas tubulações.

3 – Despressurização e retirada parcial da resina.

4 – Cura da resina através de injeção de ar, criando um revestimento interno na parede dos tubos da tubulação de gás de aproximadamente 1 mm.

5 – É realizado um teste de estanqueidade final, para ter certeza que o vazamento foi estancado e não há nenhum vazamento no encanamento.

Observação: Este procedimento gás se aplica principalmente para pequenos vazamentos de até 5 Litros de gás por minuto.

Por que aderir à aplicação de resina em tubulação de gás?

É recomendado ao cliente utilizar a técnica de aplicação de resina nos tubos, tendo em vista que esse método é muito eficiente em tratar vazamentos sem a necessidade de destruir ou quebrar paredes e encanamentos.

Além disso, os vazamentos de podem acelerar o processo de deterioração dos canos, diminuindo a vida útil dos mesmos, algo que pode trazer gastos desnecessários para o condomínio com a troca de alguns tubos de gás.

Já a tubulação que é cuidada da maneira correta pode durar muito anos a mais. E cuidar da tubulação é mais que fazer reparos externos, mas também cuidar internamente, pois, como dito anteriormente, os vazamentos podem acelerar o processo de corrosão das tubulações. Por esse motivo é importante utilizar a resina para tapar os vazamentos e aumentar a durabilidade dos encanamentos.

Conclusão

A aplicação de resina em tubulações de gás é “obrigatória” para todos os condomínios que desejam evitar gastos com a instalação de tubos novos, pois ela é uma técnica muito eficiente na prevenção de corrosão e vazamentos, além de aumentar a vida útil dos canos.

Portanto, caso você deseje saber mais sobre essa técnica ou pretende fazer um orçamento, entre em contato conosco. Teremos muito prazer em lhe atender.